agosto 21, 2008

Depreciando a depressão depreciativa do depressivo

Já que o primeiro post foi mais uma pseudo-apresentação do que um post de verdade, vou começar esse post com algo bem pessoal... Sim, pessoal por que já se tornou uma constante duvida na minha vida e é complicado conviver com isso e com suas maneiras de agir... É complicado até mesmo assumir que você sofre de tal maneira sem parecer um sensível sofredor sem força de vontade... Mais difícil ainda você viver na duvida se é uma pessoa doente e que por mais que os sinais apontem pra isso, as pessoas achem difícil de acreditar que você sofra de depressão, no caso, até eu mesmo tenho minhas duvidas... Ai os amigos começam a perguntar “mais por que você nunca me contou sobre isso?” “por que não confiou em mim para contar?” e eu respondo: Eu não queria que meus amigos me tratassem diferente do que tratavam normalmente, não queria ser o amigo que mereceria atenção especial, não queria ver a cara de vocês (exatamente essa cara que você ta fazendo quando leu isso agora).

Para quem não sabe, a depressão é uma doença que compromete o físico, o humor e, em conseqüência, o pensamento. A Depressão altera a maneira como a pessoa vê o mundo e sente a realidade, entende as coisas, manifesta emoções, sente a disposição e o prazer com a vida. Ela afeta a forma como a pessoa se alimenta e dorme, como se sente em relação a si própria e como pensa sobre as coisas. Em resumo, a vida da pessoa depressiva muda completamente. A Depressão é, portanto, uma doença afetiva ou do humor, não é simplesmente estar na "fossa" ou com "baixo astral" passageiro. Também não é sinal de fraqueza, de falta de pensamentos positivos ou uma condição que possa ser superada apenas pela força de vontade ou com esforço. Por que por mais que você tente melhorar, você não vai conseguir. Não podemos melhorar por vontade própria, conhecendo novas pessoas, viajando ou coisas do tipo. Ou não.

Existem vários tipos de Depressão. São clinicamente conhecidos 6 tipos de depressão, iniciando na Pós-parto, passando pela Atípica, dando um “olá” pra Bipolaridade, indo pra DAS (Distúrbio Afetivo Sazonal) ate TPM.

A forma mais leve é conhecia como distimia, onde os sintomas ficam por cerca de 6 meses mais ou menos e nem são tão pesados assim.

A depressão pode acontecer por vários fatores, desde físicos ate a sociais e biológicos. Sim, Biológicos, alterações nos níveis de neurotransmissores (principalmente serotonina, acetilcolina, dopamina, epinefrina e norepinefrina) relacionam-se à susceptibilidade para depressão, alguns hormonios também podem ter algum papel importante ou qualquer outra que tenha alguma parte ligada ao controle de emoções.

Depressão é uma Doença e tem cura, a cultura popular de associar a depressão a uma falta de humor só tende a piorar a situação do ser depressivo que por conta disso não procura um acompanhamento medico e acaba piorando o seu quadro. Depressão é uma doença comum ao contrario do que você pode pensar, mais de 16% da população já sofreu de depressão nervosa alguma vez na vida, ou seja, MAIS de 160 Milhões de pessoas já sofreram com ela. A OMS (Organização Mundial de Saúde), estima que em 2020 a Depressão Nervosa passará a ser a segunda causa de mortes mundiais por doença, após as doenças coronárias.

È difícil de acreditar que eu passei/passo por isso, mais é verdade. Amigos me vêem com um sorriso no rosto e sempre brincando, mais às vezes por dentro eu nem sempre estou assim. No inicio quando eu não tinha noção do que estava acontecendo eu nem ligava para o meu descontrole de humor e de sentimentos. Meu humor era/é totalmente inconstante, feliz agora, chateado depois ou vice-versa. Qualquer coisa, por mais idiota que possa parecer, pode me fazer ficar extremamente chateado e de cara fechada, ou me animar como se eu fosse uma criança no meio de um parque. Meus sentimentos se perderam, perdi completamente a noção e dimensão deles, um simples amigo pode ser um “amor pra vida toda amanha” ou um “inimigo pra futuras encarnações”. Mais foi depois de um comentário feito pela minha mãe, que eu estava perdendo o controle, é que percebi que eu REALMENTE estava sem controle e ai não teve mais jeito, minha consulta ao Doutor Google e a Doutora Wikipédia e me diagnosticaram Depressão Distimia. Como eu já disse, esse é a forma mais branda da Depressão Nervosa quando nem sempre é necessário o uso de anti-depressivos, normalmente, segundo os “médicos”, o paciente passa por uma serie de exames e analises ate que seja comprovada a necessidade de algum medicamento, caso não exista a necessidade, o paciente passa por um processo para reavaliar os fatores da depressão e aos poucos ir voltando a sua vida normal. Não fácil, mais também não é difícil. Tenho passado por momentos bem felizes e prazerosos no momento e estou muito feliz por esquecer que tive um péssimo inicio de ano. Começo a me sentir feliz e realizado com as coisas que venho fazendo, algo impossível pra mim ate uns 4 meses atrás. Juro que cheguei a pensar que a coisa iria piorar a uns dois meses atrás quando comecei a discutir “dia-sim-dia-não” com minha mãe por coisas que antes não faziam sentido algum. Felizmente elas me entreteceram, mais creio que não pioraram o quadro. Tenho mais algumas visitas a meu medico até me curar de verdade.

Se eu sofro ou não de depressão, eu não sei. Talvez sim, talvez não. Com ela ou sem ela, eu me tornei uma pessoa diferente da que eu era a um tempo atrás, não consigo avaliar se foi pra melhor ou pra ruim, talvez um dia eu consiga, mais hoje eu não consigo ter a mínima idéia... Creio que as mudanças de humor continuaram e o descontrole com os sentimentos também, então pra que brigar e tomar remédios caros ?? Talvez eu ache a cura (ou não) da minha forma, vivendo minha vida do meu jeito...

Quem quiser saber mais sobre depressão pode procurar nesses sites abaixo, e confesso que alguma das informações que postei nesse post foram retiradas desses sites:

http://www.psicosite.com.br/tra/hum/depressao.htm

http://www.sosdepressao.com.br/

http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?102

http://pt.wikipedia.org/wiki/Depress%C3%A3o_nervosa

2 comentários:

Led~ disse...

mah gente, existe o efeito depressivo gangorra? xD
enfim, precisando de ajuda, tamos ai :P~
e vamo que vamo.. :)

bju ;**

fabricioibs disse...

Hum, gostei da forma como você rompeu a "barreira" com voce mesmo, e com o preconceito... com certeza isso já é um passo em direçao à saude n.n
A depressão realmente tem tomado conta de muitas pessoas, e levado com ela a alegria que muitos tinham de viver, e de poder gastar os seus dias de uma forma feliz~

Entao, o que eu posso dizer? Você é vencedor, corajoso... se expôs, e está se tornando exemplo pra muitas outras pessoas. Sei que você é forte o suficiente pra poder sair desta, mesmo sabendo que não é uma coisa simples... mas se levar em conta o coraçao tao gentil que voce tem, sua sinceridade, sua alegria, com certeza já irão contar como armas contra a depressao!

Aaah, sabe que estou aqui sempre que precisar ^^~ Agradeço por sua amizade \o\
Abraçaooooooooooo XD

Postar um comentário

Ja que clicou... comenta ta o/

Autor

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Junior, maior de 18, gay, namorando sério e é isso ai. Fotografo medíocre por hobby, por enquanto. Viciado em Paper Craft, livros, filmes, FOTOGRAFIA, musica, café, chocolate, sorvete, vodcka, shopping, áreas verdes, séries, Glee, animes, mangá, Rock, namorado, shopping, barzinho, amigos, Sushi, coreano, Girl’s Generation, 2NE1, RPG, NerdCast, Nerds, Historia, Discovery Channel e mais uma infinidade de coisas . Apaixonado por doll, Pullips em especial , tenho OITO (Mel, Ivan, Liz, Alethea, Kakía, Feny, Kouneli e uma Haute NY ainda sem nome !) até o agora, mais duas vindo (Humpty Dumpty e Matulite) e quero muito mais

Seguidores

 
© Copyright 2035 Mind Prisioner
Theme by Yusuf Fikri